Contação de História, Todos

Aventuras Ilustradas

09/11/2017

Aventuras Ilustradas é o nome do ciclo de contações de histórias, fruto da segunda parceria entra a Cia. do Liquidificador, grupo que pesquisa narrativas orais, com o Coletivo Entrelinhas, que trabalha com Facilitação Gráfica.

A primeira parceria entre os dois grupo foi a contação ilustrada “Sarô, histórias para ninguém ficar doente”, apresentada em diversos espaços e eventos, como o projeto SESC Escola do SESC Sorocaba, Itaú Cultural, Biblioteca de São Paulo, Fábricas de Cultura e Viagem Literária 2017.

Para esse segundo projeto, exploramos mais os limites da narrativa oral e narrativa gráfica, investigando as possibilidades de transportar o livro ilustrado para a contação de histórias, não apenas ilustrando o que é narrado pelo contador de histórias, mas com o facilitador gráfico propondo novas narrativas e leituras da história por meio dos desenhos. Para tanto selecionamos as seguintes histórias:

Siga a Seta, de Isabel Minhós Martins e Andrés Sandoval

 

Sinopse: Era uma vez uma cidade repleta de setas, indicações e sentidos obrigatórios, e um menino que, de seta em seta, nunca ousa se desviar do seu rumo. Até que uma ideia revolucionária surge em seus pensamentos e ele decide se aventurar.

Temas: ousadia, curiosidade, inconformismo

 

 

 

 

Bárbaro, de Renato Moriconi

Sinopse: Era uma vez um bravo guerreiro que montou em seu lindo cavalo e saiu em uma perigosíssima expedição. Ele lutou contra serpentes e gigantes de um olho só, sobreviveu a flechadas, enfrentou leões monstruosos e plantas carnívoras, até que… Ué, ele de repente parou no meio do caminho e começou a chorar! Por que será?

Temas: aventura, fantasia, imaginação

 

 

 

Nau Catarineta, de Roger Mello

Sinopse: Nau Catarineta é o mais célebre, o mais belo, o mais mítico dos romances marítimos do cancioneiro lusitano. Xácara anônima, oriunda da segunda metade do século XVI, é a perfeita prova do nível estético, da síntese lírica, da sabedoria e economia dramáticas a que pode chegar a poesia anônima do povo em seus maiores momentos.

Temas: poesia, cultura popular, cultura ibérica, música popular, grandes navegações, aventura

 

 

 

No Longe dos Gerais, de Nelson Cruz

Sinopse: “No Longe dos Gerais” faz você retornar ao mês de maio de 1953, quando o escritor João Guimarães Rosa percorreu duzentos e quarenta quilômetros, conduzindo uma boiada pelo interior de Minas Gerais, que originou os livros “Corpo de Baile” e “Grandes Sertões Veredas”.

Temas: Guimarães Rosa, Grande Sertão Veredas, Corpo de Baile, minas gerais, viagem, boiadeiro, sertanejo, literatura.

 

 

 

ASSISTA A TRECHOS DAS CONTAÇÕES:

Propostas e orçamentos: contato@ciadoliquidificador.com.br – (11) 98689-9433 (Letícia ou Fábio)